EJUG obtém credenciamento como Escola de Governo, em aprovação unânime entre os membros do Conselho Estadual de Educação

A Escola Judicial do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (Ejug), dirigida pelo desembargador Delintro Belo de Almeida Filho, obteve na tarde desta sexta-feira (18) aprovação unânime dos membros do Conselho Estadual de Educação (CEE) para credenciamento junto ao sistema educativo do Estado de Goiás, na condição de Escola de Governo, e a concessão de autorização para a realização do curso de pós-graduação lato sensu em Direito e Poder Judiciário.

Durante a sessão virtual conduzida pelo CEE, apresentada por meio do aplicativo Zoom, o diretor da Ejug, desembargador Delintro Belo de Almeida Filho, destacou a satisfação em obter, por unanimidade, o credenciamento da Escola Judicial no sistema educativo do Estado de Goiás. “O credenciamento confere à Ejug uma missão ainda mais desafiadora e estimulante no que diz respeito à capacitação da magistratura e do funcionalismo do Poder Judiciário goiano”, salientou o desembargador Delintro Belo de Almeida Filho. Ele também ressaltou o compromisso e apoio da Presidência do TJGO, sob a gestão do desembargador Carlos França, “que já estabeleceu a construção de uma nova sede, dotada de toda a estrutura necessária para o primoroso funcionamento da Escola”, informou.

Marco na recente história da Ejug

O presidente do TJGO, desembargador Carlos França, destacou a importância do credenciamento da Ejug no sistema educativo de Goiás e considerou a aprovação do CEE um marco na recente história da Ejug. “Criada há poucos anos, a Ejug confere hoje um novo patamar, agora na condição de Escola de Governo. É motivo de orgulho para nós, do Judiciário goiano, esse reconhecimento unânime do Conselho Estadual de Educação”, frisou Carlos França. “Dessa forma, com investimento no aperfeiçoamento técnico das magistradas e dos magistrados e das servidoras e dos servidores, quem vai ser beneficiada, merecidamente, é a sociedade goiana” ressaltou o chefe do Poder Judiciário que também agradeceu o empenho dos magistrados e servidores, em nome do desembargador Delintro Almeida.

O presidente da Câmara de Educação Superior e relator do voto que concedeu o credenciamento da Ejug junto ao CEE, conselheiro Sebastião Pereira, discorreu sobre a trajetória das atividades de capacitação da Ejug, desde sua criação, em 2015, até os dias atuais com a concessão do credenciamento. “A sólida estrutura institucional da Ejug, além de sua competente diretoria e corpo funcional, atendem às exigências para o reconhecimento da oferta de cursos do sistema educativo do Estado de Goiás, ressaltou  Sebastião Pereira.

O também conselheiro do CEE, Eduardo Vieira, parabenizou a Ejug pela iniciativa e conquista, e ressaltou que o engajamento das instituições públicas em educação e informação, possibilita a construção de uma sociedade melhor preparada para oferecer respostas às demandas sociais. “A Ejug certamente vai avançar nas atividades de formação da magistratura e do funcionalismo do Poder Judiciário Estadual, e, enquanto advogado e militante no sistema de Justiça, posso referendar a busca pela excelência nos serviços prestados pelo TJGO”. (Texto: Carolina Dayrell – Centro de Comunicação Social do TJGO)